Pesquisa no blog

Carregando...

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

HISTÓRIA DO BRASIL REPUBLICANO I

A república velha (1889 – 1930)

01. Causas da proclamação da República:
Causas gerais:
·   Transformações da segunda metade do século XIX – Expansão do Café, Modernização econômica, processo de urbanização e abolição da escravidão.
·   Atuação de novos grupos sociais: Burguesia Cafeeira (Autonomia provincial), Grupos médios urbanos (espaços de atuação política) e Exército (ampliação dos direitos políticos).
·   Fundação do partido republicano – campanha publica pró-república.
Causas Imediatas:
·   Questão religiosa: Oposição da Igreja ao império.
·   Questão Militar:
- Origem: fortalecimento do exercito (guerra do Paraguai).
- característica: conflito de autoridade (Imperador X exército).
- desfecho: punição de oficiais, oposição do exército ao império e surgimento do ideal militar de salvação nacional (positivismo).
·   Abolição da escravidão: apoio dos escravistas ao movimento republicano.

02. República da espada (1889-1894):
·   Período de transição – do império as oligarquias.
·   Evolução política:
- Projetos de República:
BURGUESIA CAFEEEIRA – Federalismo republicano (autonomia administrativa).
EXÉRCITO – Ditadura militar (ordem e progresso).
- Constituição de1891: República, Federalismo amplo, separação Igreja / estado e voto universal, masculino e descoberto.
- Governo Deodoro (1891) – Renúncia (crise parlamentar e primeira revolta da armada).
- Governo Floriano (1891-94) - Consolidação do sistema republicano (transição para o poder civil).
·   Economia:
- Tentativas de industrialização:
DEODORO – Protecionismo alfandegário, Crédito e emissão monetária. Encilhamento.
FLORIANO – Protecionismo alfandegário. Ausência de capital (fracasso).

03. A república das oligarquias (1894-1930): Características gerais.
Economia
·   Tentativas de industrialização:
- ESPADA (1889-1894):
* DEODORO
[Base: protecionismo alfandegário, emissão de moeda, crédito fácil]
{Resultado – Crise do encilhamento: Inflação, especulação financeira e grande numero de falências}.
* FLORIANO
[Base: protecionismo alfandegário]
{Resultado: fracasso}. 
* VENCESLAU BRÁS
[Base: primeira guerra mundial – retração das importações]
{Resultado – êxito. Modelo de substituição de importações para gêneros não-duráveis}.
·   Funding-loan (Campos Sales):
- Renegociação da divida externa brasileira (Inglaterra).
- Condições:
* Empréstimo Inglês (pagamento de juros).
* Prazo de pagamento de 15 anos.
* Garantia: Porto do Rio de Janeiro (receita).
* Programa anti-inflacionário: Aumento de juros, corte de gastos públicos, paralisação de obras públicas e abertura comercial.
·   Política de valorização do Café:
- Intervencionismo estatal no mercado cafeeiro – Convênio de Taubaté (1906).
* Empréstimo internacional (15.000.000 libras) – SP, MG, RJ. Governo federal como fiador.
* Compra e estocagem do café excedente no mercado internacional.
* Endividamento externo.

Política:
·   Mecanismos da dominação oligárquica:
- Política do Café com leite.
- Política dos governadores. Coronelismo.




Mecanismos complementares:

* Violência física.
* Impunidade Jurídica.
* Fraudes eleitorais.
  
·   Crises do poder oligárquico:
- Campanha civilista (1909/1910) – Rui Barbosa (SP, BA) X Hermes da Fonseca (MG, RS).
- Política das salvações (1910/14) – Intervenção federal nos estados [Salvacionismo] (Revolta do Juazeiro, 1912).
- Ascensão de Epitácio Pessoa (1919). Candidato de consenso do café com leite. 

Sociedade
·   Contestações ao poder das oligarquias:

- Messianismo – revoltas rurais sob a liderança de chefes religiosos.
* Canudos (1894/1897) –
Causas: centralização fundiária, miséria rural e exclusão política dos camponeses.
Mecanismos: liderança de Antonio Vicente Mendes Maciel (Antonio Conselheiro), Sebastianismo, formação do Arraial de Bom Jesus (Canudos).
Interesses agredidos: Igreja católica (Evasão de fiéis) e Latifundiários (evasão de mão de obra).
Desfecho: forte repressão republicana (extermínio da população do arraial).
* Contestado (1913/1916) –
Contexto: construção da estrada de ferro SP-RS (desapropriações de posseiros), aumento da fome e miséria na região do contestado (Fronteira entre Paraná e Santa Catarina).
Mecanismo: Liderança do Monge João Maria e do posseiro José Maria.
Desfecho: forte repressão republicana (20.000 mortos).

- Cangaço
Causas: Centralização fundiária, seca (fome, miséria), surgimento dos bandos autônomos de jagunços.
Característica: Banditismo social – grupos armados pela melhoria das suas condições materiais de existência (Butim e pagamentos das oligarquias).
Destaques: Jesuíno Brilhante (século XIX), Virgulino Ferreira (Século XX).

- Movimento operário
Contexto: Crescimento industrial, forte exploração sobre a classe operária (ausência de legislação trabalhista).
Características: presença imigrante, ideologia anarquista (anarcosindicalismo) e reivindicações trabalhistas (Greve geral de 1917).
Desfecho: Lei de repressão ao anarquismo (1919), adesão ao PCB (1922).

- Revolta da Vacina (1904)
Contexto: reforma urbana do Rio de Janeiro e campanha vacinação obrigatória (Oswaldo Cruz).
Mecanismos: revolta popular urbana (ações desorganizadas de invasões e saques). Apoio retórico da oposição política.
Desfecho: forte repressão policial e militar.

- Revolta da Chibata (1910)
Característica: resistência – maus tratos contra marinheiros (castigos corporais).
Desfecho: abolição dos castigos corporais e anistiamento dos rebeldes.

A crise da republica oligárquica
·   Causas gerais:
- Continuidade da crise de superprodução do Café.
- Insatisfações políticas (RS, BA, PE) – questionamento da política café com leite.
- Insatisfações sociais – Classe média urbana / Militares de baixa patente (desprestigio do Exército).
·   Acontecimentos:
- Hermes da Fonseca (1910/1914) – Política das “salvações”.
- Sucessão de Rodrigues Alves (1918) – Ascensão de Epitácio Pessoa.
- Eleição de Arthur Bernardes (1922) – Oposição da reação republicana (RS, BA e PE).
- Semana de arte moderna (1922).
- Fundação do PCB (1922).
- Movimento tenentista:
Características:
* Movimento de base militar (oficiais de baixa patente – classe média urbana).
* Ideal Militar de salvação nacional / oposição às oligarquias dominantes.
* Programa: Voto secreto, justiça eleitoral, industrialização e leis trabalhistas.
Revoltas:
- Revolta do forte de Copacabana (1922).
- Sedição do Amazonas (1923).
- Revoltas tenentistas de São Paulo e Rio Grande do Sul. 
- Coluna Prestes (1925 / 1927).

A revolução de 1930
·   Causas:
- Crise de 1929 – Repatriamento de capitais norte-americanos – Superprodução do Café – enfraquecimento da oligarquia cafeeira (SP).
- Sucessão presidencial – Rompimento da política café com leite (Julio Prestes).
- Aliança Liberal (RS, MG e PB).
- Assassinato de João Pessoa.
·   Característica principal – Golpe militar (deposição de W. Luís e ascensão de G. Vargas).

Nenhum comentário:

Postar um comentário