Pesquisa no blog

Carregando...

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

MEMOREX - HISTÓRIA CONTEMPORÂNEA 2

A Guerra fria (1945-1989)



01. Conceito – Processo histórico que marcou a ordem geopolítica internacional após o termino da segunda guerra mundial.


02. Características:


• Bipolaridade: Bloco capitalista (EUA) X Bloco socialista (URSS).


• Oposição entre capitalismo e socialismo:



 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
• Origens e consolidação:



 
 
 
 
• Política pendular:



 
 
 
 
 
 
 
 
03. O fim da Guerra fria:



• Contexto histórico: Colapso do socialismo real no leste europeu.


• Fatores:


- Crise econômica: Estagnação, baixa produtividade, Carência de bens de consumo, prioridades bélicas e declínio geral do padrão de vida.


- Crise social: Separação material e política entre burocracia e trabalhadores.


- Crise política: Opressão totalitária.


- Aspectos culturais: Asfixia do processo criativo.


• Eventos:


- Ascensão de Gorbatchev (programa de reformas):


* PERESTROIKA (reestruturação): Descentralização da economia, abertura de mercado, auto-gestão empresarial, bens de consumo, aporte tecnológico.


* GLASNOST (transparência): Liberalização política e cultural. Separação entre Estado e partido, liberdades religiosas.


* Política Externa – Distensão e gradual desarmamento nuclear.


- Repercussões externas:


* Crise do bloco socialista (Polônia, Hungria, Romênia, Tchecoslováquia, Bulgária, Iugoslávia, Albânia e China).


* RDA: Queda do Muro de Berlim (1989). Fim da guerra fria.


- Repercussões internas:


* Aprofundamento da crise econômica (paradoxo: planificação X mercado).


* Isolamento político de Gorbatchev (Burocracia X Ultra-reformistas).


* Ressurgimento do nacionalismo.


* 1991 – Fracasso do golpe “linha dura”, Boris Yeltsin, CEI e dissolução da URSS.




A revolução chinesa (1949)


01. O processo revolucionário:


• Situação da China até 1910: Área de influencia de potencias imperialistas (Inglaterra, Alemanha, Japão, França e Rússia).


• 1911: Proclamação da república. Ascensão do Kuomintang (partido nacionalista). Sun Yat-Sem.


• 1911 – 1925:


- Instabilidade política: Luta contra os “senhores da guerra” e interesses externos.


- Aliança entre o Kuomintang e o PCCh (1921, Mao Tsé -Tung).


• 1926: Ascensão de Chiang kai-Shek (aliado das potencias capitalistas).


• 1927 – 1934: perseguições aos comunistas (PCCh ilegal) / refúgio dos comunistas no meio rural / início da guerrilha.


• 1934: Grande Marcha (retirada estratégica dos comunistas e ampliação das bases rurais).


• 1937 – 1945: Guerra contra o Japão. Aliança entre Kuomintang e PCCh.


• 1945 – 1949: Guerra civil / tomada do poder pelos comunistas (República popular da China) / fuga de Chiang Kai-Shek e seguidores para Taiwan (República Nacionalista da China).


02. A construção do socialismo (fases):


• 1949 – 1953: Nacionalização da economia e realização da Reforma agrária (apoio soviético).


• 1953 – 1958: Plano Quinquenal.


- Adoção do modelo soviético.


- Ênfase na indústria de base.


- Formação de cooperativas de camponeses. Fracasso (desabastecimento).


• 1956 – 1960: Crise e rompimento com a URSS.


• 1958 – 1962: “Grande Salto para frente”.


- Ênfase na agricultura. Socialismo de base rural. Indústrias de base nas aldeias.


- Fracasso. Mao é afastado das decisões.


• 1962 – 1966: “política de reajustamento”.


- Centralização administrativa.


- Indústria de bens de consumo. Fracasso.


• 1966 - 1976: Revolução Cultural.


- Fortalecimento político de Mao Tsé-Tung (culto a personalidade – “Grande Timoneiro).


- Radicalização ideológica.


- Arte engajada.


- Anti-ocidentalismo.


- Perseguição e reeducação dos intelectuais.


• 1976... : - Ascensão de Deng Xiaoping.


- 04 modernizações: Indústria, Agricultura, Defesa e Educação (ciência e tecnologia).


- Abertura para a entrada controlada de capital estrangeiro.


- “socialismo de mercado”.


0bs. 1989 – Massacre da praça da paz celestial.


A América latina no século XX



01. Antecedente: o século XIX


• Características da formação do Estado Nacional:


- Dependência econômica – DIT – Etapas: Inglaterra / EUA.


• Domínio político agrário: Caudilhismo. Predomínio do poder local em aliança com o imperialismo.


• 1850-1900:


- Diversificação econômica / industrialização incipiente / urbanização: novos grupos sociais que questionam o imperialismo e o domínio oligárquico.






02. O populismo


• Causa principal:


- Novos atores sociais: burguesia industrial, classe média, classe operária. Participação na vida política.


• Características:


- Lideres políticos carismáticos.


- Relação direta entre líder e liderados.


- Oposição as oligarquias e ao imperialismo.


- Nacionalismo econômico. Indústria de base.


- Autoritarismo.


- Trabalhismo.


• Consequências:


- Instabilidade política – ausência de apoio institucional.


- Crise do populismo: oposição das elites econômicas e militares. Primeiros golpes militares.






03. América latina e intervenções do imperialismo


• Contexto: pós-guerra – guerra fria (imperialismo norte-americano).


• Causa principal: revolução cubana 1959.


• Estratégias norte-americanas: política de boa vizinhança; aliança para o progresso e Doutrina de segurança nacional.


• Mecanismo predominante: apoio dos EUA a golpes militares antinacionalistas.






04. As ditaduras: gênese e crise


• Sentido dos golpes militares: Defesa do modelo desenvolvimentista associado ao capital estrangeiro / estratégia de contenção ao socialismo.


• Características dos regimes militares:


- Autoritarismo político.


- Abertura econômica.


- Concentração de renda.


• Transição para a democracia:


- Esgotamento do modelo econômico: endividamento externo, inflação e recessão.


- fortalecimento das oposições (transição democrática).






Obs. O Caso chileno


• 1970: Ascensão da Unidade Popular (PC + PS)


• Governo Allende:


- Socialismo por via eleitoral: Nacionalização do capital, Reforma agrária e investimentos sociais.


• Crise do governo Allende: Boicote das elites, meios de comunicação de massa e Estados Unidos.


• Desfecho: golpe militar (11/09/1973).


A descolonização africana



Fatores


• Contradição das potencias colonialistas: DEMOCRACIA X COLONIALISMO


• Apoio das superpotências: ampliação das áreas de influencia (guerra fria)


• Enfraquecimento das potencias colonialistas européias


• Participação dos povos africanos na segunda guerra mundial: Sentimento nacionalista e auto-valorização dos povos colonizados.


• Influencia do ideal socialista: construção de uma alternativa viável ao capitalismo.


• Crescimento das colônias: fortalecimento das elites locais (anseio por autonomia).


Características da descolonização africana


• Descolonização “pacífica”: áreas de domínio inglês – fim do domínio político / continuidade do domínio econômico.


• Descolonização armada: áreas de domínio francês e português – Luta armada / implantação do socialismo.


• Entrega do poder a minoria branca e construção de regimes racistas (África do sul).


Principais conflitos da descolonização africana









 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
BREVE NOVAS POSTAGENS, AGUARDEM,
ABRAÇOS,
SÉRGIO CABEÇA

Um comentário:

  1. Você poderia me responde uma pergunta?

    O que é liberdade para o bloco capitalista? e para o socialista?

    Me de uma demonstração contra a liberdade para o bloco socialista e para o capitalista?

    obrigada!

    ResponderExcluir